Jesus no Islam.

Bismillah (em nome de Deus)

Jesus-Prophet-of-Islam

As pessoas se perguntam qual é o status de Jesus (que a paz esteja com ele) no Islam.

 

Os muçulmanos o respeitam? Eles o honram? Ele é um profeta ou ele é Deus, de acordo com o Islam?

 

Em primeiro lugar, todos os muçulmanos consideram Jesus (que a paz esteja com ele) como muçulmano.

 

Você sabia que a palavra ‘muçulmano’ significa ‘aquele que se submete à vontade de Deus’?

 

Para os muçulmanos, a palavra ‘muçulmano’ é um título honroso para aqueles que submetem-se completamente à vontade de Deus.

 

No Alcorão (37:103-104), Allah (swt) diz:

 

Quando Abraão e Ismael submeteram-se completamente, e tornaram-se muçulmanos, e seguiram a ordem de Deus no sacrifício, assim, portanto, foi uma honra para Abraão ser chamado de muçulmano, quando ele submeteu-se completamente à vontade de Deus.

 

Você sabia que, de acordo com os muçulmanos, todos os profetas de Deus eram muçulmanos e todos eles carregavam a mesma mensagem, na qual eles convidavam as pessoas a submeterem-se à vontade de Deus?

 

De acordo com o Islam, Deus enviou, aproximadamente, 124.000 profetas a este mundo. No Alcorão, Deus mencionou apenas 25 de todos estes profetas. Destes 25 profetas, Deus escolheu 5 para chamar de Uloo’l-‘Azm (os melhores dentre os profetas). Apenas 1 profeta, dentre os 5, Deus chamou de “o Messias”, o qual foi Jesus (que a paz esteja com ele).

 

Você sabia que um muçulmano não pode falar o nome de Jesus (que a paz esteja com ele) por si mesmo, que ele tem que dizer ‘que a paz esteja com ele’ como uma forma de respeito?

 

Você sabia que os muçulmanos não podem, e não vão, representar a imagem de Jesus (que a paz esteja com ele), porque ninguém pode substituir sua imagem?

 

Novamente, esta é a forma que honramos Jesus (que a paz esteja com ele).

 

Quantas vezes você já viu Jesus (que a paz esteja com ele) sendo representado em uma caricatura, desenho ou qualquer outra imagem, em um país muçulmano? Nunca verá. Por que? Porque isto é considerado um grande desrespeito e, na verdade, é uma blasfêmia, de acordo com os muçulmanos, representar Jesus (que a paz esteja com ele) na forma de sua imagem. Em contrapartida, você verá isto sendo feito muitas vezes no ocidente.

 

Você sabia que parte de ser muçulmano é acreditar em Jesus (que a paz esteja com ele)? Um muçulmano não é um muçulmano se não acredita em Jesus (que a paz esteja com ele).

 

Você sabia que Deus mencionou Jesus (que a paz esteja com ele) no Alcorão 25 vezes, enquanto mencionou Muhammad (que a paz esteja com ele) apenas 5 vezes?

 

Você sabia que a mulher mais honrada no Islam foi Maria, mãe de Jesus (que a paz esteja com ele)?

 

Você sabia que Maria foi mencionada na Bíblia apenas 18 vezes, enquanto no Alcorão ela foi mencionada 32 vezes, quase 100% mais?

 

Você sabia que, no Alcorão, Deus dedicou o titulo de um capítulo à mãe de Jesus (que a paz esteja com ele), a ‘sura Maryam’ ou ‘capítulo de Maria’?

 

Além disso, você sabia que Deus dedicou o titulo de um capítulo no Alcorão (sura Al-Mai’dah) que fala sobre a última ceia?

 

Você sabia que o maior número de pessoas chamadas Jesus (Issa), em todo o mundo, são muçulmanos?

 

Este é Jesus (que a paz esteja com ele) no Islam. Nós o honramos, nós o respeitamos, ele é um dos melhores dentre os Profetas.

 

Se você tem dúvidas sobre o Islam, faça um favor a você mesmo e pergunte a um muçulmano.

Como e onde são enterrados os Reis da Arábia Saudita?

Com a morte do Rei Abdullah ibn Abdul Aziz Guardião das Duas Mesquitas Sagradas, surgem muitas perguntas sobre como são enterrados os Reis dessa monarquia, muitos imaginam mausoléus enormes cheios de luxo, afinal é o rei do pais maior produtor de petróleo do mundo, então deve ser algo espetacular.10947771_579251794492_127778501_n

Estão enganados os que pensam assim, o local onde sãoenterrados os Reis da Arábia saudita, é um cemitério publico que se chama (Al-Oud) na cidade de Riad capital da Arábia saudita, o tumulo é igual a todos os que ali estão desde o Rei que fundou o reio até o cidadão comum.10937826_579251340402_1260061694_n

Todos iguais, sem distinção, sem grandes construções em cima de suas covas, apenas um punhado de pedra e uma pedra grande para identificar que ali é um tumulo.

Esse não é o sistema saudita de sepultura, mas sim o sistema islâmico, assim fomos ordenados a ser enterrados, sem nenhum luxo.10934758_579255527012_549232309_n10904779_579255517032_1135644254_n10884798_579255532002_229462797_n10943261_579255512042_161913261_n

8 farsas criadas contra muçulmanos na internet.

Sempre vemos pela internet varias atrocidades atribuídas aos muçulmanos, em sua grande maioria, são farsas criadas por alguns evangélicos que precisam mentir para continuar mantendo seus seguidores longe da verdade, claro não são todos os que fazem isso, mas uma grande maioria com certeza.

  • É verdadeiro o leDIGO-NAO-FARSAilão de uma menina de 7 anos feito pelo estado islâmico?

http://goo.gl/vm5sMa

  • Cristão é queimado vivo em uma cruz no Nepal por não seguir o Islã.

http://goo.gl/7TJxip

  • Jovem cristã é estuprada e morta por rebeldes sírios.

http://goo.gl/rMnKul

  • Cristãos queimados por estarem lendo a bíblia.

http://goo.gl/exZhVI

  • foto mostra cristão queimado vivo na Nigéria.

http://goo.gl/qrzaK3

  • Missionaria Vanessa Rubens foi espancada até a morte.

http://goo.gl/8VPWLN

  • Hamas patrocina 450 casamentos pedófilos.

http://goo.gl/jG9I0s

  • Cena chocante! Cristãos queimados vivos.

http://goo.gl/tPZTwm

Como essas oito farsas existem varias outras, que ainda não foram desvendadas.

 

O grande problema dos ateus.

earth-sun-space-1O grande problema dos ateus em sua grande maioria é pegar as características da criatura e julgar o Criador por elas.

É o mesmo que alguém dizer a porta feita pelo carpinteiro é igual ao carpinteiro, ela pode comer, beber, casar, ter filhos, pensar e etc. é ridículo não é?

Da mesma forma são a maioria dos ateus, eles querem julgar O Criador com características das criaturas.

Um exemplo disso, quando o Alcorão diz que Allah ama, o ateu imediatamente vai processar essa informação baseado naquilo que ele conhece o amor que ele conhece ou que ele já sentiu ou viu ou ouviu falar e vai ligar esse amor ao amor de Allah.

O problema é que ele não tem uma regra principal que nós que cremos temos e é:

“Nada se iguala a Allah”

Então quando nós crentes ouvimos que Allah ama, não julgamos pelo amor que nós sentimos, ou vimos ou ouvimos falar, por que sabemos que o amor de Allah não é como o amor que conhecemos, não é como o amor que sentimos nada se iguala ao amor de Allah por que é completo e perfeito.

Seria irracional julgar o amor de Allah pelo amor do ser humano, se até mesmo entre seres humanos existem maneiras diferentes de se amar e níveis diferentes de amor.

Da mesma forma quando dizemos que Allah não foi criado, e que ele criou tudo, os ateus não conseguem imaginar algo assim, e por isso negam.

A negação é o caminho mais cômodo, mais irracional de todos os caminhos, e tentar provar que esse caminho é o caminho mais racional passa de todos os limites da do bom senso.

Foi encontrado um manuscrito do Alcorão sagrado escrito cerda de 20 a 40 anos depois da morte do Profeta SAAS.

Uma universidade alemã descobriu um manuscrito do nobre alcorão que foram escritos entre 20 a 40 anos após a morte do Profeta Muhammad SAAS. Cientistas da universidade alemã de Tuebingen confirmaram o achado, e disse que embora inicialmente pensasse que o manuscrito datava do final do final do século oito e inicio do século nove, descobriram novas evidencias de que foi escrito no século sete cristão, o mesmo século da revelação.

Kuranı-kerim-qurans-620x330

Analises e amostras de tais escrituras foram feitas como parte de um projeto com o objetivo de estudar o processo histórico da escritura do alcorão. O porta-voz oficial da biblioteca de tubingen declarou que em principio é possível saber a idade dos textos corânicos através de estudos específicos de caligrafia, mas durante as investigações também fizeram outros testes para confirmar o nível de precisão do primeiro teste.

 

Além disso, o porta voz esclareceu que os escritos do alcorão encontrados em tuebingen, são escritos em Kufi, que é uma das mais antigas caligrafias, e acrescentou  “acreditamos que estes escrito seja o mais antigo que temos”.